Canon EOS 5D Mark III, aonde essa continuidade vai parar?

Sua antecessora 5D Mark II (2008) foi a grande revolução das DRLRs, lançando o video em full HD e o grande full frame, para lançar a 5D Mark III e tornar-se uma clássica câmera de uma vez por todas só podia trazer grandes novidades. Mas essas novidades, dessa vez nós já esperávamos, ou já vimos em outras câmeras. Pioneirismo não foi o grande lance nessa cartada da Canon e a nova 5D é lançada em um mercado com concorrência.

Lembram quando falamos da nova Nikon D800, a revolução do video e a nova nomenclatura HDSRL? É apenas uma questão de equivalência mercadológica: Nikon D700 estava para EOS 5D Mark II assim como Nikon D800 está para Canon EOS 5D Mark III.

Vemos na nova Canon EOS 5D Mark III novas e boas possibilidades em vídeo, isso não podemos negar, uma das grandes diferenças é o seu processador DIGIC 5+ que facilita a gravação dos vídeos (medidos e bit rate) capturando-os em full HD (1.920 x 1.080p) ou HD (1.280 x 720p) com o codec H.264. O ISO também merece seu destaque indo de 100 a 25.600 podendo ser expansível até 102.400. Números que nem conseguimos imaginar o que podem fazer, né? Mas não se trata apenas de um processador, o suporte timecode SMPTE também é uma característica importante, dando uma flexibilidade maior aos vídeos, podendo ser capturados por fontes diferentes. Outra pequena e grande novidade é sua saída para fones de ouvido (essa já vem para atender necessidades), muitas vezes só podemos ouvir o real áudio quando já passamos para o computador.

Ah sim, padrões de foto, não podia esquecer: 23,3 MP (5.760 x 3.840 pixels), disparo contínuo com 3,9 imagens por segundo capturando até 78 imagens em JPGE e 13 em RAW, com um sistema de foco em até 61 pontos focais ativos e recursos HDR em um lindo botão chamado Creative Photo para capturar em modo HDR.

Suas características físicas não se diferem muito da sua principal fonte de comparação, 5D Mark II, com 950 gramas e um monitor fixo de 3,2 polegadas.

Nós sabemos que a Canon é a marca que mais tenta manter tradições e regrinhas. A prova disso é que ainda não lançou sua Mirrorless (deduzimos que ela queira ser conhecida como fabricante de equipamentos profissionais) e um outro motivo fortíssimo é que ela continua fabricando o seu modelo famoso EOS 5D! Claro, a 5D desde o início foi sucesso garantido em todo o mundo e principalmente para os profissionais, a questão não é essa, o que me deixa intrigada é que mesmo os mais profissionais gostam de novidades, e quando falo de novidades falo de novidades até no nome, com tantas 5Ds, será se isso não vai cansar? Poisé, eu sei que as mudanças entre as câmeras da continuidade do reinado foram significativas, mas, querendo ou não, ela continua sendo a mesma, concordam? É a 5D!

A nova maravilha HDSLR Canon EOS 5D Mark III estará disponível nos EUA por U$S 3,5 mil.

3 respostas para “Canon EOS 5D Mark III, aonde essa continuidade vai parar?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *