Fotografia da Semana: Tiago Lourenço

Sempre começo o texto explicando para vocês do que se trata o nosso Fotografia da Semana por uma questão ética mesmo, mas dessa vez eu já vou confiando que vocês já estão experts em tudo o que acontece por aqui e já sabem como funciona!

Fotografia da Semana

Para selecionar a Fotografia da Semana eu utilizo três critérios básicos: Motivo, Conteúdo e Composição.  As imagens que mais se destacarem nessas três categorias eu escolho para publicar por aqui. Dessa vez a seleção foi um pouco mais difícil, mas eu conto para vocês a minha história – Tiago Lourenço publicou várias e lindas fotografias e me deixou em uma situação super difícil na hora de escolher apenas uma imagem, quase mudei o título do posto para “FotografiaS da Semana”, então, além dessas três regrinhas para a escolha da foto utilizei também a minha subjetividade .

Essa é uma imagem Sem Título da galeria do Tiago, o que dá mais ainda um mistério por trás da história que podemos contrar através dela, mas essa foi o segundo detalhe que percebi, o primeiro foi a cor. Não sabemos ao certo se uma névoa, desastre, filtro, sabemos que exatamente alí está tudo deserto e abandonado. Dá para perceber que a foto está muito bem enquadrada, porém o poste pequeno com uma placa qualquer (o que é outro detalhe) está torto, o que mais uma vez leva para o lado do abandono. Com tantas histórias no final do ano de 2012 de um possível fim do mundo e com tantos desastres naturais decorrentes esse cenário virou inspiração para muitos filmes e series, o que nos mostra toda uma tendência voltado para esse lado.

Mas o grande lance é  o corrimão que nos direciona o olhar para uma pessoa que acaba de abandonar o local e parece ter encontrado uma luz ou solução lá na frente. Esse mesmo direcionamento acaba brigando com o poste torto que comentei, com a placa que rebate a luz de outro poste grande que não aparece, mas sabemos que ele existe e é algo ainda mais importante do que tudo isso e está a direita. Os fios que saem desse poste maior também funcionam como uma teia de transporte de informações que são distribuidas por toda a composição da imagem, que é muito linda, né? Toda essa comunicação dos postes, corrimão e a pessoa é o que movimenta a imagem, fazendo dela algo nunca monótono, nunca enjoável e sempre interessente, cada vez que você olhar para essa imagem, você pode interpretar de uma forma diferente! Parabéns Tiago Lourenço pelo belíssimo trabalho!

fotografiadasemana-tiagolourenço-análise-temnafotografia

Fotografia: Tiago Lourenço

6 respostas para “Fotografia da Semana: Tiago Lourenço”

  1. Obrigado Helosa,
    a visão que você tem sobre a fotografia é muito intrigante. Fico muito grato ao ver meu trabalho sendo analisado por ti.

    Sua inspiração contagia !

    Obrigado

    1. Eu fico muito feliz pela sua participação no nosso flickr, mas fico ainda mais feliz por ter gostado da minha análise. É difícil fazer as pessoas entenderam do que se trata essa análise, pois sou a favor de todos os tipos de olhares e composições! Aqui você sempre será bem vindo! Abraços!

  2. Essa foto foi tirada em uma vila chamada, Paranapiacaba. Que em tupi guarani significa : Lugar de onde se vê o mar. Eu morei 11 anos nesse lugar, e é um lugar turístico. E isso não é , névoa, desastre, e nem filtro e sim NEBLINA. Essa vila está conservada com o jeito, das antigas vilas inglesas. Essa vila tem um ar de mistério, ou pra alguns “assombrado” durante a noite. É um lugar lindo, que vale a pena conhecer. Fiquei extremamente feliz em ver essa foto. *-*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *