Bibliografia recomendada

Me admira e espanta os livros sobre fotografia e teoria da imagem serem escritos em sua grande maioria por não-fotógrafos. Isso me faz pensar em possibilidades: seria a maioria dos fotógrafos, desinteressados? Ou fotografar toma tempo suficiente para esgotar qualquer possibilidade de atividade paralela? De qualquer forma, será que a internet da conta de proporcionar o conhecimento mesmo da literatura fotográfica? Disso eu duvido. A internet dispõe de milhares de tópicos sobre fotografia, da técnica a teoria, mas carece de profundidade. E não me excetuo. Porém é preciso aprofundar certos assuntos para chegar a compreensão necessária dos mesmos e este modo ultrapassado de comunicação, os livros, ainda são uma fonte incomparável de conhecimento.

Os mais letrados devem dar por falta de livros importantes como “Teoria da Caixa Preta” de Vilem Flusser, “O Fotográfico” de Rosalind Krauss ou “Fotografia Como Arte Contemporânea” de Charlotte Cotton, a extensa bibliografia de Boris Kosoy, etc, portanto, advirto-lhes que não os li embora os tenha em mente. A intenção é, a medida que o tempo e a vista permitirem, acrescentar itens a este artigo.

robert capa temnafotografia

CAPA, Robert – Ligeiramente Fora de Foco

Cosacnaify, R$ 69,00

Robert Capa mesmo, narra a guerra. Mas não só, muito pelo contrário. Com prosa fluente e profundo sentimento fala sobre a segunda guerra, sobre seus amores e relacionamentos com Ingrid Bergman, John Steinbeck e Ernest Hemingway e, claro, sobre fotografia. O livro ainda é ilustrado com suas imagens “ligeiramente fora de foco, um pouco sub-expostas e a composição não é nenhuma obra de arte”, segundo o próprio.

bergman temnafotografia

BERGMAN, Ingmar – Imagens

Martins Editora, ESGOTADO

O cineasta sueco retrata nesta fotobiografia o íntimo de sua criação artística, suas lembranças e fantasias, seu processo até a montagem de um filme, e pontuado por temas recorrentes em seus filmes como a mortalidade, solidão e fé, incluindo trechos de argumentos e roteiros e como o título sugere, imagens, sejam fotografias casuais do set, os atores ou screenplays de seus filmes ou em alguns momentos de sua vida privada.

argan temnafotografia

ARGAN, Giulio Carlo – Arte Moderna

Companhia das Letras, R$ 199,00

Livro indispensável sobre arte moderna, Argan demonstra uma prosa segura e crítica de quem tem autoridade no assunto, didática e coesa, nos leva do classicismo à pop-arte com grande ênfase no período das vanguardas, disserta sobre pintura, escultura, arquitetura e urbanismo e fundamenta o contexto socio-político das diversas épocas. Ao final de cada capítulo, obras selecionadas são analisadas estética, socio-política e conceitualmente. Não da à fotografia espaço maior do que duas páginas, infelizmente.

arnheim temnafotografia

ARNHEIN, Rudolf – Arte e Percepção Visual

Cengage Learning, R$ 117,90

Considerado essencial no estudo das artes, em Arte e Percepção Visual, Arnhein se preocupa em esmiuçar os conceitos da psicologia por trás da visão criadora e receptiva, apresentando conceitos como cor, contraste, configuração, dinâmica, entre outros, que permitem ao artista construir uma obra coesa, sempre fundamentado com exemplos e pesquisas. Sua prosa não é a mais fluente e requer intimidade com publicações do gênero, além disso, seu foco recai principalmente sobre a pintura, embora vez ou outra fale de fotografia, cinema, dança, teatro ou música, porém, é obrigatório quando se pensa em composição.

sontag temnafotografia

SONTAG, Susan – Sobre Fotografia

Companhia das Letras, R$ 50,00

Absolutamente necessário. A escritora e crítica-literária Susan Sontag aborda a fotografia de ângulos diversos, do político-social, filosófico, histórico e crítico, faz um panorama da fotografia no século XX demonstrando seus usos, significados e símbolos. Um livro atemporal à medida em que a fotografia se torna hábito social cotidiano no mundo contemporâneo, Sontag nos da os meios para entende-la como fenômeno e como expressão.

annateresa fabris temnafotografia

FABRIS, Annateresa – O Desafio do Olhar

WMF Martins Fontes, R$ 52,30

Tendo feito extensa pesquisa em várias partes do mundo, Annateresa apresenta um livro rico em informações históricas onde apresenta a relação entre fotografia e artes plásticas desde meados do século XIX, discorre sobre o pictorialismo, o futurismo e a fotografia fotodinâmica, a raiografia de Man Ray e os experimentos de Moholy-Nagy, a fotomontagem soviética. Sua leitura requer uma introdução e familiaridade com a história da arte e, tendo-a, transforma-se numa experiência inspiradora.

roland barthes temnafotografia

BARTHES, Roland – A Câmara Clara

Nova Fronteira, ESGOTADO

Escritor, sociólogo, crítico literário, semiólogo e filósofo, Barthes fala da fotografia de forma ingênua e de um ponto de vista muito pessoal e limitado em amplitude, o que de forma alguma furta-lhe o mérito dos conceitos abordados em seu último livro. Apesar do currículo que sugere ininteligibilidade, o autor apresenta uma prosa fluente e de fácil compreensão como num diálogo, e para além dos termos studium e punctum, a leitura leva a refletir sobre a alma da fotografia ou como diz o autor “na busca pelo que há por trás do papel fotográfico”.

sartre temnafotografia

SARTRE, Jean-Paul – A Imaginação

L&PM Pocket, R$ 16,00

Expressamente não recomendado para quem não estiver afinado com a filosofia existencialista (como eu, que ainda não o terminei!), é uma leitura incrívelmente complexa, mas promissora. Vou me limitar aqui a citar a descrição do site da editora L&PM: “Os conceitos apresentados pelo jovem Sartre são embriões de um novo pensamento. Em A imaginação, o autor levanta as contradições intrínsecas ao conceito de imagem, sobre o costume de se pensar a natureza da imagem a partir de uma experiência reflexiva. Já na introdução, Sartre mostra que uma folha em branco não é apenas uma folha em branco. O filósofo propõe uma teoria única para analisar a imagem sem renegar estudos anteriores, observando de que maneira grandes filósofos como Descartes, Leibniz, Hume e Spinoza pensaram esse conceito.”

schopenhauer temnafotografia

SCHOPENHAUER, Arthur – Metafísica do Belo

Editora UNESP, R$ 38,00

Schopenhauer antecipou o funcionamento da retina e a teoria da cor, influenciou o pensamento de Nietzsche, a literatura de Machado de Assis e a psicanálise de Freud, esteve a margem da filosofia durante quase toda a vida e hoje é considerado um dos filósofos fundamentais. Neste livro, “investiga a essência íntima da beleza, tanto em relação ao sujeito, que possui a sensação do belo, quanto em relação ao objeto, que o ocasiona. O belo é visto, então, como uma possibilidade de transcender momentaneamente a constante opressão da vida orgânica e social, invariavelmente pressionada por necessidades sem fim”. O filósofo expõe seus pensamentos com extrema clareza porém, na forma mais culta da linguagem, o que dificulta a compreensão, possui em sua obra reverberações da filosofia Kantiana e Índiana e requer alguma intimidade com estes conceitos, de qualquer forma, é uma leitura altamente instrutiva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *