Exposição fotográfica trata da discriminação sexual

Fortaleza recebe uma exposição fotográfica  que trata da discriminação sexual. Minha querida cidade sendo alvo de muitas coisas boas (no sentido fotográfico da coisa).  O nome da mostra é “Condenados – no meu país, minha sexualidade é um crime”, são 50 autorretratos com depoimentos sobre essa problemática que a nossa sociedade vem acompanhando. Trata-se de um material colhido pelo fotógrafo Philippe Castetbon (também curador da exposição) durante uma pesquisa que fez por oitenta países, dentre eles a Síria, Iémen, Líbado e Uganga.

Em muitos lugares (todos nós já tivemos a experiência de esbarrar com alguém que pensa assim), principalmente os mais pobres, a homossexualidade é vista como um crime, chegando a influenciarem suas leis e tratando homossexuais como criminosos. Um absurdo pensar assim em plenos anos de 2015, mas acontece. As pessoas passam por terrores psicológicos muito grandes, afinal, a sexualidade é algo realmente muito frágil.

A exposição acontecerá até o dia 8 de Julho no Expaço Cultural Correios, de segunda a sexta-feira de 8horas às 17horas, aos sábados, apenas até ao meio dia, entrada franca.  Mas, para quem gostaria de discutir sobre o tema, o curador da exposição Philippe Castetbon estará no local nos dias 2 (hoje) e 3 de Junho. E, no dia 3 de Junho, no auditório do Dragão do Mar, o fotógrafo e curador da exposição “Condenados – no meu país, minha sexualidade é um crime” lançará o livro com as fotos e os relatos dos envolvidos. Queria dizer apenas que eu vou.

Abaixo, algumas das imagens da exposição sobre a discriminação sexual.

condenados_1 condenados_4 condenados_5

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *